Algumas seleções nos fortalecem e demonstram o impacto na

inovação em educação a serviço do desenvolvimento social.

 

Logo Projeto Ancora

Entre as 100 melhores do Brasil

Nós e outras 99 organizações acabam de ser reconhecidas como as melhores ONGs do Brasil, nas áreas de transparência, eficiência e gestão. Trata-se da primeira edição da #melhoresOngs, com 1560 instituições inscritas. Uma iniciativa do Instituto Doar e a Revista Época. A premiação já nasce com êxito. São mais de 300 mil ONGs no Brasil. Entre associações de caridade, organizações da sociedade civil, institutos e fundações filantrópicas, estar entre as 100 é um reconhecimento que nos fortalece no trabalho de Educação a serviço do Desenvolvimento Social. saiba mais: Saiba mais

Destino Educacao Logo

Destino: Educação –  Escolas Inovadoras

Projeto Âncora foi reportado na série documental da Tv Futura- Destino: Educação-Escolas inovadoras, como uma das doze instituições de ensino espalhadas pelo mundo e inseridas na reinvenção das práticas pedagógicas. O Projeto Âncora foi a pauta que iniciou a série que foi ao ar em 2016. Veja na íntegra: Destino: Educação – Escolas Inovadoras. 

Os episódios ganharam uma versão escrita livre para fazer dowload: Publicação Escolas inovadoras

Destino Educacao Publicacao Innove Edu 4

InnoveEdu: Escolas “alterativas pelo mundo”

 

Somos uma das iniciativas mapeadas numa lista de 96 experiências educacionais pelo mundo que apresentam soluções para demandas do século 21, com curadoria em 4 países. Porvir(Brasil), Edsurge (Estados Unidos), Innovation Unit (Reino Unido) e WISE (Catar). Para saber mais acesse: http://innoveedu.org/

 

Mec

 

Ministério da Educação mapeia escolas pelo Brasil

 

A Escola formal e nada tradicional Projeto Âncora,  foi reconhecida pelo MEC (Ministério da Educação e Cultura), como um dos 178 projetos de educação,  inovadores e criativos no Brasil mapeados em 2015.

“Alguns processos sociais que se acentuaram nas últimas décadas implicam necessidade de mudanças significativas no campo da educação.

O primeiro destes processos é o desenvolvimento de novas tecnologias de comunicação que facilitam o autoaprendizado, a formação de comunidades de aprendizagem e de redes e a produção de conhecimento em diversos suportes a custos muito baixos. As pessoas de todas as idades, inclusive as crianças, têm hoje condições de realizar pesquisas sobre assuntos de seu interesse, discuti-los com outros mais velhos, mais jovens ou da mesma idade, pessoas que vivem próximas ou do outro lado do planeta. As pessoas também podem – e frequentemente o fazem – produzir artigos, revistas, sites, vídeos, fotografias, filmes, programas de rádio com bastante facilidade e atingir um público relativamente amplo. A forma do aluno passivo, sentado, durante horas por dia, em uma carteira, apenas recebendo aulas não dialoga com esta nova realidade do campo da comunicação.”

Confira: seleção MEC

 

Escolas Transformadoras

Escolas Trans

Com muita alegria e satisfação informamos que fazemos parte na Rede de Escolas Transformadoras. O programa  é uma iniciativa da Ashoka, organização global que reúne empreendedores sociais de diversas partes do mundo.

 

Fruto da crença de que todos podem ser transformadores da sociedade, o programa enxerga a escola como espaço privilegiado para proporcionar experiências capazes de formar sujeitos com senso de responsabilidade pelo mundo: crianças e jovens aptos a assumir papel ativo diante das mudanças necessárias, em diferentes realidades sociais e amparados por valores e ferramentas como a empatia, o trabalho em equipe, a criatividade e o protagonismo.

O programa teve início nos Estados Unidos, em 2009, e de lá para cá espalhou-se por 34 países. Hoje conta com uma rede formada por mais de 280 escolas, sendo 21 brasileiras.No Brasil, a iniciativa foi lançada em setembro de 2015 em uma correalização com o Alana, organização sem fins lucrativos que aposta em projetos que buscam a garantia de condições para a vivência plena da infância.

Quer saber mais? Clique aqui

 

Hypeschools Destaque

Site referência em criatividade nos escolhe entre os 15 no mundo

 

O site Hypeness, reconhecido nacionalmente como disseminador de tendências, selecionou o Âncora entre as 15 escolas no mundo que acreditam e trabalham para melhorar a vida no planeta.

O site movido pela inovação e criatividade acredita que quem  cria, inova, e quem inova, inspira. Inspiremos e expiremos.

escolas por um mundo melhor

Prêmios

 

Top Social – ADVB (2000)

Bem Eficiente (2005)

Survey Monkey – (2015) Pela ação do coletivo de Ongs no #Diadedoar

 

Paz2

 

 

Pomba da Paz em Educação dos Direitos Humanos pela primeira vez no Brasil

 

Em 2008, a  Declaração Universal dos Direitos Humanos fazia 60 anos e em comemoração a esta data, o artista plástico alemão Richard Hillinger criou 30 pombas de bronze, em tamanho real, para chamar atenção dos 30 artigos da Declaração dos Direitos Humanos. Cada pomba foi presenteada para uma personalidade e/ou instituição que prestasse serviços de Cultura de Paz à humanidade.

As pombas já passaram por Mikhail Gorbachev, o presidente Barack Obama, o Papa Bento XVI, a chanceler Angela Merkel, o Dalai Lama, o Parlamento Europeu e da Anistia Internacional; o Arcebismo Desmont Tutu, entre outras personalidades.

 

Pela primeira vez no Brasil, a Pomba da Paz para Educação dos Direitos Humanos chega ao Brasil e aporta no Projeto Âncora, presenteada pela Escola da Esperança em Portugal, integrada a comunidade Tamera. Oito crianças e cinco educadores realizam um intercâmbio num projeto de Turismo Político ou uma viagem de imersão social. Estes jovens ficaram conosco por duas semanas, hospedados nas casas das famílias dos educandos. Foram visitar uma comunidade intencional de Cultura de Paz “Terra Luminous” em Juquitiba e depois ficarão hospedados no Instituto Favela da Paz.

A Pomba estará conosco por, no mínimo um ano, até elegermos alguma pessoa ou projeto para presentear com esta relíquia! Celebremos!

 

Criativos na Escola 2017

 

Criativos Na Escola

 

Criativos da Escola encoraja crianças e jovens a transformarem suas realidades, reconhecendo-os como protagonistas de suas próprias histórias de mudança. O protagonismo, a empatia, a criatividade e o trabalho em equipe são os pilares centrais deste projeto que busca envolver e estimular educandos e educadores de diferentes áreas no engajamento e na atuação em suas comunidades.

A iniciativa faz parte do Design for Change, movimento global que surgiu na Índia e está presente em 65 países, inspirando mais de 2,2 milhões de crianças e jovens ao redor do mundo.

Uma prática que entendemos como fundamentalmente significativa é a formação de Comunidades de Aprendizagem.” O “Projeto Comunitário”, selecionado nesta iniciativa, aconteceu a partir da constatação de que todos desejavam estar mais integrados com a vizinhança onde vivem. O conjunto de ações concebido pelos jovens é pautado por três “sonhos norteadores”, como definem em suas próprias palavras. São eles: conhecer melhor seus vizinhos, ter a prefeitura como parceira da comunidade e que a rua seja um local mais feliz.”

9a8fb292 22ca 41cb 9391 12a0bffbd528